Analisando

Hello, Tea.

Por que estou aqui?

Ainda participo sem participar de alguns grupos do Ciências sem Fronteiras UK do facebook. Um dia desses perguntaram sobre o IELTS (vivem perguntando sobre o IELTS), então eu resolvi colocar o link da postagem da minha “IELTS experience” para o pessoal do grupo ler e se desesperar mais. Não tinha nada mais interessante para fazer, então fui ler todas as postagens que fiz aqui. Que bom que escrevi algo, porque não me lembrava mais de muita coisa… Amnésia.

Quando fui lendo, resolvi voltar para explicar algumas coisas e concertar outras tendo uma visão geral de tudo que aconteceu. Aviso: talvez quem ler isso não entenderá nada. “Let’s get started it now.”

  •  Os £50 do prêmio da atividade da freshers’ week não valeram a pena. Não falei isso a ninguém até hoje, mas na correria acabei perdendo uma gola de tricô que a amiga da minha mãe tinha feito para mim. O dinheiro não comprou outra nem parecida.
  •  No fim das contas, não precisei saber o que era quasi-permanente
  • Sair sem guarda-chuva é bom sim, e muitas vezes a única opção caso você não queira ser levado pelo vento. Meu lindo e resistente guarda-chuva da Minnie entortou com a ventania; já é emoção demais tentar andar sem guarda-chuva. Ventos no UK.
  • “Que tipo de pessoa resolve fazer festa na terça à noite?” Todos, porque é sair depois da festa em dias de semana é muito mais barato do que nos fins de semana. Sábado e domingo: todo mundo em casa. Segunda: pub da esquina.
  • Se eu sair as 7h para chegar na POLI para a aula das 7:10h nos dias de hoje, só chego no dia seguinte (para você ter noção do que “obras para a COPA (?!) fazem”).
  • O problema da máquina de lavar era apenas com um tipo de ciclo e durante o ano ela ainda rendeu muitas histórias e desavenças para ver quem chegava nela primeiro.
  • “Posso ter ganho um resfriado a menos.” Não teria pego um resfriado se tivesse saído no Bonfire Night. Só fiquei doente na entrada e saída do intercâmbio (sem contar com Portugal e o dia do fim do mundo – o mundo ia acabar em 2012, lembra? -, nada tão grave que 16 horas de sono não curasse).
  • O casaco de “ovelha” não protege nem da mais leve brisa.
  • Acho que aprendi a usar um pouco a câmera (Flickr *-*).
  • Minha câmera não tem nome nem terá.
  • A questão de esperar o motorista do ônibus fumar para voltar ao trabalho é justamente para cumprir horários, soa impossível por aqui, mas é muito provável um ônibus chegar ANTES do horário… Analisando agora, até o cigarro do motorista é lindo (não que o motorista fosse lindo! Ficou estranho isso).
  • Engenheiros se formando em 3 anos soa a coisa mais incrível do mundo. É idiota como o sistema que temos foi criado para formação de generalistas ao invés de especialistas e muitos aprovam. Não importa o que você quer fazer da vida, no Brasil “se você quer ser engenheiro civil tem que saber como instalar as lâmpadas do prédio” e óbvio, na teoria. Porque nem uma maquete vão te dar para você fingir que está praticando. Existe estágio para isso, certo? Vou me formar sem nunca ter estagiado em obras verticais, desculpa! Acho que não vou saber nada sobre instalações e como assentar tijolos.
  • Como voltar para o Brasil com isso?” Simples, todos papeis da universidade que você juntou durante o ano não vão conhecer o Brasil, eles vão para o cesto de materiais recicláveis. Eu até trouxe alguns papeis, mas quando vou procurar algo o que preciso nunca está lá.
  • Como eu sinto falta de andar por ai mesmo tendo a sensação de “vou me perder”. Não que eu conheça bem Recife, não mesmo, as chances de me perder por aqui são extremamente altas. A questão é que sol na cara não é a coisa mais agradável do mundo e depois de cinco minutos tudo que vem à cabeça é o mantra “I hate this weather” (assim, em inglês, porque não sei que palavra em português expressa bem weather).
  • Aqui tem música nos supermercados? (Se tem não toca She & Him, né?!) Faz tempo que não vou em um e ultimamente estão sendo interditados pela vigilância sanitária.
  • Ainda quero fazer aulas de arco-e-flecha!

 

 

Anúncios